• A Verdade Sobre Rotinas, por DJ Fuji

    by AlphaWolf & Co.

    Postagem de convidado por DJ Fuji

    Rotinas, scripts, frases e coisas para dizer. Alguns os amam, alguns os odeiam, quase todo mundo os entende mal. Para aqueles que não são familiarizados com o termo, uma rotina é simplesmente algo que você tende a dizer mais de uma vez. Em outras palavras, um script memorizado de duração variável. Então, em essência, tanto nosso reflexo de responder “tudo bem” a questão, “como vai você?” e uma história pré-pronta e ensaiada são as rotinas. Uma é simplesmente mais complexa e longa do que a outra. Obviamente, todos nós utilizamos rotinas de um modo ou de outro.

    Rotinas (seja sua ou de outra pessoa) também podem tomar a forma rotinas de preservadas, significando que você as praticou várias vezes até conseguir utilizá-las bem, ou Padrão, que significa que são genéricas, pré-prontas, normalmente criadas por outros. Que tanto podem ser ferramentas uteis, especialmente se você estiver iniciando ou caso não possua muito talento natural.

    Agora, antes de seguirmos em frente, vamos responder um questionário rápido.

    Questão: Qual você acha que é o propósito principal das rotinas? Qual o propósito central para introduções? Agora qual o significado principal para rotinas de atração? Histórias?

    Pense nisso por um minuto.

    Preparado para a resposta? Se você respondeu “para iniciar,” “para obter atração”, ou “para DHV”, você está de acordo com a maior parte da comunidade. Infelizmente, você ainda está incorreto. Esse é o pensamento em curto prazo, e é um erro extremamente comum.

    A resposta correta para todas as questões é a mesma: Para ser um panaca. Brincadeira. O propósito central de rotinas é ensinar uma habilidade para você.

    É isso.

    Ironicamente, não é para fisgar garotas, ou para abrir uma garota, ou para obter sua atração, ou até mesmo para fazer você se dar bem.

    Uma rotina é simplesmente um apoio projetado para ensinar você uma habilidade específica — na mesma forma que rodinhas de bicicleta são projetadas para ensinar você a ANDAR DE BICICLETA. Da mesma forma que “boias” são projetadas para ensinar você a ficar confortável dentro da água e a nadar. Assim como rodinhas em uma bicicleta, rotinas NÃO são projetadas principalmente para lhe manter ereto ou boiando. A palavra para isso é muleta.

    Levou muito tempo para eu compreender este conceito. Ninguém nunca o explicou para mim. Eu era um adepto assíduo do Método Mystery entre 2005 e 2006 e pensei que rotinas prontas eram a melhor coisa desde a criação do mundo. Eu pensei que rotinas estavam lá para fazer você se dar bem. Até mesmo Mystery ainda utilizava rotinas. Elas tinham de ser o santo graal da conquista, certo?

    Assim como eu descobri mais tarde, o problema era que eu estava tentando utilizar o QUÊ sem compreender o PORQUÊ. Eu estava tentando utilizá-los para ganhos de curto prazo em vez de avanços de longo prazo.

    Rotinas são MAIS úteis quando utilizadas para desenvolvimento de habilidades. Histórias, por exemplo, não são projetadas principalmente para criar conforto, ou atração, ou até mesmo para obter um resultado com em um conjunto. Elas são projetadas para ensinar você a contar histórias. Qualquer resultado que você obter a partir de sua utilização é secundário. Do mesmo modo, a banter é projetada para ensinar humor e como ser divertido. Push-pull é projetado para ensinar você a ser um desafio e não ser previsível e tedioso. Introduções são projetadas para ensinar você a abordar pessoas e a atrair pessoas em grupos. Muitas vezes, essas rotinas podem nos garantir resultados melhores em campo, mas, as vezes, não. As vezes elas podem acabar com nossas chances intencionalmente (como a famosa rotina the “Shocker” de BradP).

    E isso não é um problema.

    Não estamos utilizando elas diretamente para obter resultados melhores. Estamos utilizando elas para nos ensinar as habilidades que nos farão mais atraentes, e, por último, mais bem sucedidos.

    O problema central que muitos caras tinham ao utilizar rotinas é que eles as utilizam para as razões erradas. Não utilize rotinas como suportes para que você não precise aprender a pensar sozinho. As utilize como apoios para ensinar você os fundamentos crutches.

    E reciprocamente, caso você não tenham um talento natural para socialização, não se coíba das rotinas por pensar que elas não são autênticas ou dissimuladas. Elas são tão inautênticas quanto quando você conta uma história que você já contou antes, ou quando alguém diz olá e você responde com um “oi”. Não utilizar rotinas quando falta talento natural para você é o mesmo que não praticar lances livres quando te falta habilidade natural no basquete – isto é burrice. Até mesmo Shaq iniciou praticando lances livres.

    Comediantes do stand up, políticos, oradores e basicamente qualquer um sobre um palco, todos, aprendem a falar utilizando rotinas (a menos que você seja um ex-presidente que tenta apenas improvisar). A diferença é que eles as chamam de discursos. As vezes eles escrevem seus próprios discursos, e as vezes outra pessoa os escreve. Mas o resultado final é o mesmo – eles aprendem a falar ao praticarem seus discursos. Se você quer se tornar alguém proficiente na conquista, você deverá fazer o mesmo.

    Eventualmente, você perderá a necessidade de utilizar as rotinas. Se você esteve utilizando as rotinas corretamente por mais de um ano e elas estão começando a lhe render resultados reduzidos, você provavelmente chegou nesse ponto. Você provavelmente precisa começar a parar de utilizá-las e começar a aprender como improvisar. Isso não significa que você sempre irá improvisar tudo em sua totalidade, mas você irá querer progredir para um nível onde você não mais precise de rotinas. Você não mais precisará depender delas. Você será capaz de contar histórias diretamente. Você poderá utilizar o banter, pois você compreende os conceitos dos mecanismos subjacentes. Você será capaz de abrir com seja lá o que estiver em sua mente.

    Eventualmente, você ser tornará um natural.

    E isso, cavalheiros, é o verdadeiro objetivo de tudo isso. Competência inconsciente. Para internalizar seu conjunto de habilidades de modo que você não mais precise pensar nele. Para ter um domínio social tão forte que, as vezes, você nem vai precisar mais pensar sobre ele. Para ter um domínio social tão forte que você não notará mais suas habilidades, pois elas serão executadas sem esforço. É em direção a isso que você deve estar trabalhando.

    Não perca de vista o objetivo maior.

  • Enjoyed what you’ve read so far?
    Over 25,000+ people like you who are serious about improving their dating life have downloaded the 2 Unbreakable Conversation Starters and our In Field Cheat Sheet and Simply click on the green button to download:


    *Limited Time: download 3 texts to get girls to come over your place during quarantine period:

  • Related Posts